Conceito básico de lógica e proposições

Lógica:

Estudo dos processos válidos e gerais pelos quais atingimos a verdade. Se dedica à análise do pensamento. Um pensamento ilógico é ‘feio’. Um pensamento lógico é ‘bonito’.

Processo se entende como o modo de sistematizar algo de maneira que seja mais compreensível, padronizável ou manipulável.

Não vamos conceituar o que é a verdade. Vamos somente aceitar que algo é verdadeiro ou que algo é falso. Posso aceitar, por exemplo, que todo cachorro é verde. Te pergunto: Na sua vida, é comum ter cachorros verdes? Provavelmente não. Não estamos tratando da realidade, mas da verdade dentro do contexto da lógica.

Proposições:

Uma proposição é uma oração a qual podemos julgar como ou verdadeira ou falsa. Como são orações, apresentam verbo, sujeito e predicado.

Proposições têm seu sentido completo (são sentenças fechadas).

A declaração ‘João é marinheiro’ é uma proposição que pode ser verdadeira ou falsa.

O núcleo da ideia de uma proposição é o verbo dela.

Ex:

A: João é marinheiro

b: Maria é delegada de polícia

c1: Gabriel é Perito Criminal

c2: Está chovendo

d: O caminhão caiu da ponte

E: Estou escrevendo um livro

F: 3+5=12

G: 5+5=10

Repare que a proposição E traz uma locução verbal. Uma locução verbal contém dois verbos, mas conta como um só para os fins da lógica.

Não são proposições:

Sentenças abertas: ‘Ele é policial’, x+3=9

-Declarações Paradoxais: ‘Essa afirmação é uma mentira’.

-Interrogativas: Hoje está chovendo?

-Exclamações: Nossa!

-Imperativas: Faça isso!

-Frases sem verbo: Comida gostosa. Dia bonito.

-Opiniões pessoais: Acho Gabriel lindo.

O tempo verbal não importa.

Continue para: Proposições simples, seus valores e princípios